Vereadora é acusada de desviar material hospitalar da Secretaria de Saúde

Peculato teria ocorrido quando trabalhava na UPA de Cabo Frio

A vereadora Alexandra dos Santos Codeço (foto) desviou material hospitalar e medicamentos como remédios, seringas, ataduras, fraldas, escapes para soro e gaze esterilizada. É o que afirma o Ministério Público em denuncia feita na quinta-feira (24)

O crime, segundo o MP, ocorreu entre 2013 e 2016. Na ocasião, Alexandra ocupou as funções de supervisora administrativa da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) – entre janeiro de 2013 e abril de 2015 – e também de superintendente no Gabinete da Secretaria Municipal de Saúde, entre abril de 2015 e maio de 2016.

Segundo o MP, Alexandra prevaleceu-se do cargo para praticar o crime. Com ela, teriam sido encontrados documentos contendo lista de telefones de eleitores que, no caso, precisavam de auxílio médico-hospitalar, junto com cópias dos títulos eleitorais e documentos pessoais, atestados médicos em branco e receituários em branco carimbados e assinados.

Diferentemente de outros cargos políticos, o vereador não tem foro privilegiado. Além disso, os atos praticados ocorreram antes do exercício de seu mandado parlamentar.

Alexandra está incursa nas penas do art. 312 do Código Penal (apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio, com pena prevista de reclusão, de dois a doze anos, e multa).

Leia Também

TRE nega habeas corpus e decide que vereadora fique em prisão domiciliar

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu na tarde desta quarta-feira(6) que a vereadora Marcilene Xavier …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *