Tumulto marca votação das contas de Jeovani

Presidenta da Câmara bate-boca com manifestantes que pediam transparência no Legislativo de Araruama

Menos de dois dias após se protagonizar uma algazarra na UPA do município, a vereadora Penha Bernardes se envolveu em mais um episódio semelhante. A presidente da Câmara discutiu com presentes na sessão de quinta-feira 27 e a reunião por pouco não termina em tumulto generalizado.

A vereadora não gostou de ver manifestantes que exibiam cartazes de protesto contra ela. Uma desses cartazes dizia: “Por que a licitação da câmara é feita às escuras?”.

A primeira a se manifestar foi a vereadora Valeria (PP). “A Câmara não tem nenhuma licitação às escuras. Não admito que digam que vereador não trabalha”, disse. O coro foi engrossado por outros vereadores, sobretudo de oposição. Foi o suficiente para os ânimos se exaltarem. Aos poucos Penha foi elevando o tom de voz, gritando para que os cartazes fossem retirados. Seguiu-se então um intenso bate-boca com presentes que insistiam em manter o protesto.  Alguns vereadores interviram tentando acalmar os ânimos, o que não aconteceu.

A propósito, no mesmo dia os vereadores votaram pela rejeição das contas do ex-prefeito Miguel Jeovani. Foram dez votos contrários e dois a favor – Amigo Valmir e Oliveira.

Leia Também

Supremo faz limpeza na Prefeitura de Saquarema e derruba nomeações de familiares de Manoela

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, fez um expurgo no alto escalão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *