TCE pune farra de gasolina na Câmara de Araruama

Em 2017, contratos por um ano de fornecimento de combustível superou R$ 480 mil

Cerca de dois anos depois, o Tribunal de Contas do Estado (TCE)decidiu multar o ex-presidente da Câmara de Araruama, Carlos Alberto Siqueira da Silva, o Russo, em R$ 16.469,50. O vereador, no exercício do primeiro biênio de sua legislatura, contratou serviços de fornecimento de combustível, em 2017, por R$ 483.613,20 (quatrocentos e oitenta e três mil, seiscentos e treze reais e vinte centavos).

O dinheiro, segundo Russo, era para adquirir 124.140 de gasolina e mais 513 litros de óleo sintético. Tanto combustível atenderia a frota de 21 veículos oficiais da Câmara, disponível para os 17 vereadores que integram o legislativo araruamense.

Auditores do TCE constataram o uso indevido da frota de carros e a aquisição exagerada do combustível. Também se observou na ocasião falta de fiscalização no abastecimento dos carros e inexistência de comprovação de gastos por parte da prefeitura.

Veículos oficiais como carros particulares – Somente em janeiro daquele ano, com a Câmara em recesso, foram gastos R$ 6.300 em combustíveis sem nenhuma justificativa. Os auditores flagram que muitos veículos eram guardados em propriedade particular fora do expediente, inclusive durante finais de semana, feriados e recesso parlamentar. A frota da Câmara Municipal de Araruama possui 21 carros: 14 do tipo Renault Logan e sete Unos.

A medida de consumo de um Renault Logan, segundo os auditores, é de 11,9 km/l. Já o Uno, o consumo médio é 12,6 Km/l. Assim, para consumir todo combustível contratado, Cada Logan teria que circular 339,86 km e cada 359,86 Km de forma ininterrupta todos os dias de funcionamento da Câmara.

Além de Russo, também foram multados: Fabiano Costa da Silva, fiscal de contrato; Thiago Silva Pinheiro, responsável pelo setor de coordenação geral da Câmara e André Ramos Domingos, responsável pelo Departamento de Administração Geral. Para eles, a multa alcançou R$ 9.9881,70 cada um.

Leia Também

EX-PREFEITO QUER UNIR OPOSIÇÃO EM ARARUAMA

No lugar de brigas, conciliação. De denuncismos harmonia. Araruama precisa de paz e não de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *