O boxe não é somente competição, virou aliado da boa forma

Um número cada vez maior de mulheres aderiu à luta em busca de corpo definido e do bem estar

 Quem acompanha a novela “A Força do Querer” fica maravilhado ao ver a performance da personagem Jeiza, vivida por Paolla Oliveira, quando sobe no ringue. Lutadora de MMA – Artes Marciais Múltiplas – Jeiza encanta também por sua excelente forma física. Na vida real, a atriz acabou aderindo à modalidade para manter a forma; Paolla Oliveira “tomou gosto” pelo boxe quando se preparou para fazer a personagem na trama de Glória Perez.

A verdade é que faz algum tempo que o boxe deixou de ser exclusividade dos homens e as mulheres decidiram subir na lona e dar socos também. Não somente para competir profissionalmente, mas uma grande maioria quer mesmo é lutar para sua saúde e beleza.

Inserido na grade de aulas das academias por contribuir rapidamente para a perda de calorias e para melhorar o condicionamento físico, o boxe “caiu como uma luva” para as pessoas que preferem as atividades mais dinâmicas do que as tradicionais aeróbicas oferecidas pelos professores de Educação Física. A resistência das mulheres contra a luta foi nocauteada pelos muitos benefícios que a prática desse esporte traz.

Os entendidos neste assunto explicam que por ser uma atividade de intensidade moderada, mas de longa duração, o pugilismo melhora a resistência cardiovascular e diminui consideravelmente a pressão arterial sanguínea. Além disso, para a realização das técnicas é necessária muita coordenação motora e agilidade, proporcionando, assim, uma melhora nessas capacidades físicas. Por se tratar de uma aula em grupo, o boxe também auxilia na socialização por meio dos constantes diálogos com o professor e na ação da prática com os colegas de aula. Sem contar que o bom alongamento, necessário no começo e no final das aulas, aumenta a capacidade de flexibilidade de cada um.

As academias adaptaram as aulas de boxe a fim de torná-lo uma modalidade que busca a qualidade de vida a partir de uma atividade física relacionada ao desporto. Nada a ver com luta ou competições.

Pode-se dizer que o boxe popularizou-se ainda mais depois que foi incluído nos Jogos Olímpicos realizado em Londres em 2012, e foi a última modalidade a aceitar mulheres na competição.

E quais são os benefícios do boxe para as mulheres?

Como qualquer outro esporte, o boxe faz bem à saúde, ajuda a melhorar os níveis de estresse, queima calorias e mantém a musculatura definida, moldando o corpo feminino.

A prática do boxe estimula a agilidade, melhora a concentração e o sistema cardiorrespiratório. Os especialistas no assunto garantem que se pode perder até mil calorias durante uma hora de prática, lembrando que cada organismo reage de uma maneira.

O esporte auxilia a moldar o corpo da mulher, mas sem deixá-lo musculoso, define braços, pernas, panturrilhas, abdômen e bumbum, além de afinar a cintura e corrigir a postura.

Quando se fala em boxe, logo é associado ao famoso saco de areia, no qual o praticante dá socos; esmurrar pode ser um grande alívio para o estresse e tensão pré-menstrual.

Não é demais lembrar, que é fundamental procurar academia e profissionais competentes no assunto para que o treino seja compatível com seus objetivos e tipo físico. As adeptas devem seguir as recomendações destes profissionais e usar luvas e roupas adequadas ao esporte.

Além disso, é bom procurar uma avaliação médica geral para checar como estão as articulações, se não existe nenhuma lesão nos joelhos ou coluna que impeçam a prática do esporte.

Se você gostou da ideia, procure uma academia e converse com profissionais da área. Cuide de você e de sua saúde que a beleza virá naturalmente.

 

Leia Também

Amityville – O Despertar

Belle (Bella Thorne) se muda com seus irmãos e sua mãe, Joan (Jennifer Jason Leigh), …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *