Iguaba Grande vai gastar de R$ 6,4 milhões em combustíveis

Despesa é mais que o dobro do valor comprometido com a merenda escolar

Com cerca de 23 mil habitantes, segundo dados do IBGE, Iguaba Grande, na Região dos Lagos, é um dos menores municípios do estado, mas a julgar pelo valor comprometido para pagar o fornecimento de combustíveis aos veículos a serviço das secretarias de Administração, Ação Social e Saúde, a Prefeitura deve ter uma das maiores frotas do Rio de Janeiro. Segundo a Ata e Registros de Preços 007/2017 – se o total licitado for entregue – o Posto Tigrão vai receber 6.421.316,35 na gestão da prefeita Ana Grasiela Magalhães (foto) pelo fornecimento de 755.863 litros de gasolina comum e 966.790 litros de óleo diesel S-10, pelo prazo de um ano, valor que supera o dobro do que vai ser pago pelo fornecimento de gêneros alimentícios para a merenda escolar na rede de ensino no mesmo período.

Segundo o resultado da Licitação 011/2017 – homologado no dia 19 de abril pelo secretário de Administração Daniel Ferreira Cabral -, o litro da gasolina comum vai sair R$ 4,199 e o de óleo diesel custará R$ 3,544. Este ano a Prefeitura de Iguaba Grande já licitou compras e serviços no total de mais de R$ 17 milhões em processos muito questionados pela falta de transparência. Alguns representantes de empresas reclamam da pouca divulgação dos avisos e de dificuldades para retirarem os editais de licitação, o que acaba restringindo o número de concorrentes, situação semelhante ao que estaria ocorrendo no município de Saquarema, cujo setor de licitação é comandado por Valéria Santana Herdy, que ano passado era responsável pelo mesmo setor em Iguaba.

Leia Também

LICITAÇÃO DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA DE SILVA JARDIM SERÁ INVESTIGADA

Prefeitura anunciou uma empresa, fez contrato com outra e concorrente entrou com recurso A representação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *