Iguaba Grande vai gastar de R$ 6,4 milhões em combustíveis

Despesa é mais que o dobro do valor comprometido com a merenda escolar

Com cerca de 23 mil habitantes, segundo dados do IBGE, Iguaba Grande, na Região dos Lagos, é um dos menores municípios do estado, mas a julgar pelo valor comprometido para pagar o fornecimento de combustíveis aos veículos a serviço das secretarias de Administração, Ação Social e Saúde, a Prefeitura deve ter uma das maiores frotas do Rio de Janeiro. Segundo a Ata e Registros de Preços 007/2017 – se o total licitado for entregue – o Posto Tigrão vai receber 6.421.316,35 na gestão da prefeita Ana Grasiela Magalhães (foto) pelo fornecimento de 755.863 litros de gasolina comum e 966.790 litros de óleo diesel S-10, pelo prazo de um ano, valor que supera o dobro do que vai ser pago pelo fornecimento de gêneros alimentícios para a merenda escolar na rede de ensino no mesmo período.

Segundo o resultado da Licitação 011/2017 – homologado no dia 19 de abril pelo secretário de Administração Daniel Ferreira Cabral -, o litro da gasolina comum vai sair R$ 4,199 e o de óleo diesel custará R$ 3,544. Este ano a Prefeitura de Iguaba Grande já licitou compras e serviços no total de mais de R$ 17 milhões em processos muito questionados pela falta de transparência. Alguns representantes de empresas reclamam da pouca divulgação dos avisos e de dificuldades para retirarem os editais de licitação, o que acaba restringindo o número de concorrentes, situação semelhante ao que estaria ocorrendo no município de Saquarema, cujo setor de licitação é comandado por Valéria Santana Herdy, que ano passado era responsável pelo mesmo setor em Iguaba.

Leia Também

Com prêmio estimado em R$ 220 milhões, Mega-Sena da Virada já recebe apostas

Começou nesta segunda-feira (30) a venda de apostas para o sorteio da Mega-Sena da Virada. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *