Gincana pedagógica em Rio das Ostras defende a inclusão de pessoas com deficiência na sociedade

Estudantes do Colégio Conceito vivenciam experiências por meio de esportes adaptados e debatem dificuldades enfrentadas pelos deficientes. Atividades práticas acontecem a partir desta sexta

Atividades tiveram como objetivo provocar reflexões nos alunos. Foto: divulgação

Se é na prática que se aprende, estudantes de Rio das Ostras estão de nota 10. Crianças e adolescentes se empenham para a gincana pedagógica “Inclusivamente Conceito”, que neste ano, mostra a importância da inclusão das pessoas com deficiências na sociedade. Para isso, entre os dias 2 e 3 de agosto, eles apresentam o que aprenderam nos últimos meses nas aulas de educação física sobre os esportes adaptados como futebol de 5, vôlei sentado, bocha olímpica e goalball. Contudo, o processo foi além, os estudantes também vivenciaram as dificuldades que pessoas com deficiências passam diariamente.

No dia 2, será feita a abertura e a realização dos esportes adaptados. Tudo isso, em um clima de interação com direito a mascotes, bandeiras e gritos de guerra. Já no dia 3 de agosto, haverá a visita dos integrantes do Futebol de Amputados de Rio das Ostras (FARO). Esta equipe esportiva tem participado de diversos campeonatos pelo Brasil e trazido bons resultados para a cidade.

Toda a escola é envolvida na ação. São oito equipes, cada uma representada por uma cor diferente. Em cada equipe há integrantes das mais variadas idades e anos escolares. O objetivo principal do “Inclusivamente Conceito” é que os alunos se coloquem no lugar do próximo. “Em uma das nossas dinâmicas, os estudantes, com os olhos tampados, puderam sentir um pouco da sensação de como um ato simples de atravessar uma rua, pode ser complicado para aqueles que são deficientes visuais”, disse a professora de educação física, Grazy Almeida.

Para a professora, esse foi apenas um exemplo, mas as dificuldades destas pessoas são imensas e precisam ser olhadas com mais carinho por todos. A acessibilidade para cadeirantes também foi abordada com os alunos. “Com estas situações e todo este envolvimento proposto, queremos que crianças e jovens amadureçam, repensem e criem novos conceitos. São dias nos quais o que vale de verdade é o crescimento, evolução e união de cada um”.

Além da equipe campeã, será premiado também o “aluno fair play”, aquele que se mostrar aberto a sempre colaborar, ser parceiro e estar sensível aos outros da competição.

Há três anos esta gincana pedagógica é realizada no Colégio. Em 2017, o tema abordado foi a reciclagem e o meio ambiente sustentável. Em 2018, foi a vez de abordar a natureza.

Leia Também

MPF fiscaliza construção irregular em Reserva Marinha de Arraial do Cabo

A construção irregular nos limites da Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo (Resex) levou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *