Casimiro de Abreu faz emergencial para iluminação pública

Publicação com data retroativa foi feita ontem

Um dia após a denúncia de que a equipes da empresa Hashimoto Manutenção Elétrica e Comércio estavam atuando em Casimiro de Abreu mesmo sem ter havido um processo de licitação ou anunciado um contrato emergencial para a prestação do serviço de manutenção do sistema de iluminação pública, o prefeito Paulo Dames (foto)mandou publicar o aviso de dispensa de licitação, o que foi feito ontem (13) com data retroativa a 31 de agosto. O ato oficial revela que a empresa foi contratada por R$ 366.715,32, mas não informa por quanto tempo o serviço será prestado até que se realize a necessária licitação.

Conforme havia informado na matéria “Empresa de Caxias atua em Casimiro de Abreu sem licitação”, veiculada na terça-feira (12), a entrada da Hashimoto em operação teria surpreendido  até o pessoal da Comissão de Licitação, pois, segundo informou uma fonte ligada ao governo, o edital de licitação para a contratação do serviço já estaria pronto quando teria sido dado ordem para suspender a publicação do aviso do pregão porque seria feito um contrato emergencial, embora a atual gestão já tivesse tido tempo de sobra para concluir o trâmite licitatório.

Leia Também

Rio das Ostras quita o 13º salário dos servidores junto com o pagamento de novembro

Pagamento vai injetar mais de R$ 8 milhões na economia da cidade Mesmo com as …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *